Restodontê | Descubra receitas a partir de seus ingredientes. Restodontê | Descubra receitas a partir de seus ingredientes. Restodontê | Descubra receitas a partir de seus ingredientes.

Vinte formas de consumir proteínas e evitar carnes

A castanha do Pará, altamente nutritiva, tem tanto valor proteico e calorias que é considerada por muitos uma carne vegetal.

Vinte formas de consumir proteínas e evitar carnes

A carne vermelha sempre aparece como a primeira opção de fonte de proteínas naturais, porém ela pode ser substituída por diversas opções igualmente ricas desse nutriente. Ovos, cogumelos, sementes e laticínios são apenas alguns exemplos de alimentos com alto teor de proteínas, que podem e devem ser muito explorados em receitas saudáveis.

Seja por orientação médica, seja por filosofia de vida, muitas pessoas têm diminuído ou até eliminado o consumo de carne no seu dia-a-dia. O Ministério da Saúde recomenda o consumo de cerca de 100 gramas de carne por dia. A quantidade é pequena, considerando o hábito dos brasileiros.

A nutricionista Aline Martins, da USP, reforça a lista de motivos para tirar as carnes vermelhas da dieta: "O consumo excessivo, principalmente da vermelha e processada, está relacionado com o aumento do risco de doenças cardiovasculares e câncer, as principais causas de morte no Brasil e no mundo". Um estudo realizado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), feito com mais de 120 mil pessoas ao longo de 20 anos, mostrou que as pessoas que comem menos carne vermelha podem viver mais tempo e ter menos riscos de doenças cardíacas do que aquelas que ingerem regularmente hambúrgueres, carnes e alimentos processados como presunto e salsicha.

Entretanto, o importante é fazer substituições inteligentes, que se adaptem ao estilo de vida e às preferências de cada um. Para os dias em que você vai deixar as carnes de lado e seguir uma alimentação saudável, é preciso apenas fazer escolhas que supram suas necessidades diárias, sempre com ajuda de um nutricionista. Utilize a lista abaixo para simples orientação. Para comparação, 100 g de carne bovina fornecem 26,4 g de proteína.

Ovo

Um ovo de galinha pode ter até 13 gramas de proteína, poucas calorias e vários nutrientes, como vitamina B-12 (encontrada nas carnes vermelhas). Por isso ele é o principal aliado de quem decide adotar uma dieta vegetariana abrangente. Porém é importante ficar atento ao modo de preparo. Evite consumi-los fritos em muito óleo ou com as bordas queimadas - isso é um sinal de que o alimento está cheio de gordura saturada. O ovo ideal é aquele cozido entre 8 e 10 minutos em água fervente, já que o excesso de cozimento pode levar à saturação das vitaminas.

Cogumelos

Sua variedade atende a todos os gostos: paris, shitake, shiimeji, funghi etc. 100 gramas de cogumelo pronto (já sem água) tem a mesma quantidade de proteína que um pedaço de 100 gramas de carne vermelha. "Qualquer tipo de cogumelo pode ser consumido de duas a três vezes por semana, pois, além das proteínas, também contém nutrientes que estimulam o desenvolvimento do sistema imunológico", explica a nutróloga Tamara Mazaracki, membro da Associação Brasileira de Nutrologia.

Grão de bico

O alimento cru oferece uma quantidade altíssima de proteína (22 g), mas quando cozido o número cai drasticamente (9 g). Por isso deve-se optar por consumir o grão de bico como farinha, dessa forma sem necessidade de cozimento. Além disso, o grão é muito rico em outros nutrientes como magnésio e potássio, por exemplo.

Feijão

Não é surpresa para ninguém que o feijão é uma boa fonte de proteína. Dependendo do tipo de feijão, a quantidade do nutriente varia um pouco. O preto e o vermelho oferecem um pouco mais de proteína. Mas, em média, a leguminosa tem cerca de 8 g quando cozida.

Lentilha

Além de dar sorte no Ano Novo, cada 100 gramas conta com 9 g de proteína. Além disso, possuem altas quantidades de ferro, vitamina B e fibras, o que ajuda a baixar o colesterol.

Ervilha

Detém uma quantidade interessante de proteínas: 6,42 g por 100 g, mais do que o leite por exemplo. Se você não gosta dela do jeito tradicional, pode fazer pasta ou sopa para acompanhar com pães.

Cacau em pó

O cacau em pó pode ser utilizado em pudins, bolos, mousses, brigadeiros ou em qualquer lugar que sua criatividade permitir. Sem limites. Ele vai te oferecer incríveis 19,6 g de proteína.

Chia

Ela é um verdadeiro monstro do reino vegetal. Repleta de proteínas (16,54 g por 100 g), cálcio, potássio, vitamina A e B, manganês, zinco e muito ômega-3, que protege o coração. Este último é muito importante para os vegetarianos, já que não consomem peixe, uma das maiores fontes de ômega-3 na natureza. Além desses nutrientes, a chia também possui gorduras com ação anti-inflamatória. Deve ser sempre consumida crua e hidratada para seus nutrientes serem mais bem aproveitados pelo corpo. Mas é importante não exagerar e manter sempre a dieta equilibrada, pois a chia é um tanto calórica - são 368 calorias para cada 100 g da semente.

Quinua

Depois da chia, esse é o grão que mais contém proteína em sua estrutura: são 14,12 g (quando cozida a quantidade cai para 4,4 g). Ela é muito versátil: pode ser consumida em flocos no suco ou no iogurte e a semente pode ser cozida e consumida em substituição ao arroz ou até mesmo complementando outros grãos. Uma boa opção são as massas à base de quinua: diferente das feitas de trigo, são também muito gostosas e uma forma inteligente de variar o cardápio. Outra notícia interessante é que o grão não possui contraindicações, então pode ser consumida por qualquer pessoa.

Semente de abóbora

Com quase 30 g de proteína para cada 100 g, é uma grande fonte de magnésio, lítio, vitaminas A e E, ômega-3 e 6, zinco, ferro e potássio, além de ser um vermífugo muito tradicional, inclusive para solitárias. Mas atenção: nada de consumi-las industrializadas. Nesse formato, ela contém muito sódio, o que pode favorecer a hipertensão.

Gergelim

Você talvez nunca tenha imaginado, mas o gergilim tem uma reserva incrível de proteína, com 17,7 g por 100 g e, mais uma vez, a farinha apresenta uma quantidade do nutriente absurdamente mais alta - 40,3 g na versão parcialmente desengordurada. Por isso, não se limite a consumi-lo na parte de cima do pão de hambúrguer.

Semente de girassol

Mais potente do que o gergelim, a semente de girassol fornece 20,78 g de proteína e a farinha parcialmente desengordurada proporciona 48 g. Você pode utilizá-la nas saladas, em patês ou consumi-la ao natural. Mas lembre-se, evite a versão industrializada salgada.

Amêndoas

As amêndoas são boas fontes proteicas. 100 gramas contam com 21,1 gramas de proteínas. Além disso, amêndoas aumentam a saciedade, atrasando a sensação de fome. Uma porção de cinco unidades por dia no intervalo das principais refeições é uma quantidade bastante nutritiva e suficiente para evitar escapadas da dieta.

Castanha de caju

Outra oleaginosa poderosa quando se trata de proteínas. Cada 100 gramas conta com cerca de 18 gramas de proteínas. Fonte saudável de aminoácidos, gorduras boas, antioxidantes, vitamina E, magnésio, potássio, fósforo e fibras, a castanha de caju é ótima para quem deseja ganhar massa muscular e conquistar um corpo definido. Porém, cada unidade in natura tem 15 calorias. Sendo assim, o consumo deve ser em torno de 4 unidades por dia, preferivelmente na versão torrada sem adição de sal.

Castanha do Pará

Alto valor biológico, com 17 g de proteína, além de aminoácidos essenciais ao ser humano. Seu teor de gordura é extremamente elevado, em torno de 67%, com somente 7% de carboidrato (fibras), além das vitaminas A, C, B-1, B-2 e B-5. Rica em fósforo e cálcio, é o alimento do planeta mais rico em selênio. Alguns estudos mostraram que essa oleaginosa ajuda a prevenir câncer, esclerose múltipla e mal de Alzheimer. Indicada na prevenção de doenças cardiovasculares, controles glicêmicos e de peso. Por não ser de muito fácil digestão, aconselha-se mastigá-la muito bem e não exagerar na dose (1 a 2 unidades por dia).

Pistache

O mais saboroso da lista dos alimentos veganos riquíssimos em proteínas. A cada 100 gramas, 20,9 correspondem a proteína. Rico em antioxidantes, carotenos e vitamina E, que ajudam a proteger o organismo contra a ação dos radicais livres. No entanto, ele não pode ser usado como principal fonte do nutriente, pois é muito rico em gordura.

Soja

A soja é uma importante proteína vegetal (34 g), mas é preciso ficar atento à intolerância a ela. Como a maior parte da produção é transgênica, a maioria das pessoas não está acostumada com a digestão deste alimento. É recomendado consumir com moderação.

Queijo cottage

Pouca gordura e calorias, mas carregado de caseína que é uma proteína de alta qualidade e de absorção lenta (12 g). Ele também contém cálcio, fósforo, selênio, vitamina B-12, B-2 e vários outros nutrientes. Perfeito para ser usado em horários em que o corpo ficará sem proteína por muito tempo, como antes de dormir.

Manteiga de amendoim

São 25 g de proteína por 100 g. Fornece também uma boa dose de gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais, porém fornece também bastante calorias. Por isso, dê preferência às manteigas de amendoim integrais, que não contêm açúcares nem óleos vegetais em sua composição.

Aveia

Aveia é um dos grãos mais saudáveis do planeta. Rico em fibras saudáveis, magnésio, manganês, vitamina B-1 e vários outros nutrientes. Além de ser uma ótima fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico, também fornece proteína (17 g por 100 g). Procure sempre pela aveia em flocos grossos integral. Quanto maiores os flocos da aveia, menos processada ela foi e mais nutrientes ela tem.








Restodontê
Descubra todos os dias de maneira rápida e fácil um novo prato restodontê para preparar com os ingredientes que você tem em casa. Através de um critério ou de uma combinação deles, localize receitas selecionando seus ingredientes, restrinja sua busca utilizando diversos filtros ou encontre o que procura rapidamente digitando palavras-chave relacionadas.

Siga-nos e faça contato!
Instagram  |  instagram.com/restodonte.com.br
Facebook  |  facebook.com/restodonte.com.br
Pinterest  |  pinterest.com/restodontecombr
Twitter  |  twitter.com/restodontecombr
YouTube  |  youtube.com/RestodonteBr
Google+  |  google.com/+RestodonteBr
E-mail  |  contato@restodonte.com.br

Diga se gostou! Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google+ Salve no Pinterest Compartilhe no LinkedIn

Receitas mais acessadas
Parfait de Iogurte com Cerejas e GranolaBife na crosta de pimentaCubo de chocolate e avelãs crocantesDelícia fácil de morangoBolo de cenouraMedalhão com crosta de pão e ervasPizza com massa de couve-florPudim de leiteFalafelMousse rápido de chocolateHambúrguer vegetariano de feijão pretoSalmão grelhado com crosta de pãoHambúrguer de cenouraBolinho assado de brócolisCoxinha fit rica em fibrasTrufa fit de cacauQuiche de espinafreCebola empanada crocante

Não armazenamos informações.
São Paulo, SP, Brasil